Publicidade

Links sugeridos de parceiros!

Publicidade!

Respostas misteriosas para perguntas misteriosas

“Nós temos livre arbítrio?”
Essa pergunta assombra os filósofos e pensadores desde sempre, mas principalmente desde as descobertas mecanísticas de Newton. E é uma pergunta, digamos… Misteriosa. Quando você olha para ela, você consegue sentir, não consegue? O mistério emanando da pergunta.
Antes de mais nada, você precisa perceber que isso é uma pergunta. E eu espero que você não olhe para mim do canto dos olhos e diga, “É claro que é uma pergunta, você não está vendo o ponto de interrogação?” Eu tendo a ser mais criativo quando faço esse tipo de provocação.
xd


Existem muitas pessoas que olham pra qualquer coisa que termina num ‘?’ e imediatamente agarram a oportunidade de responder, sem primeiro parar para considerar a pergunta por si só como um enigma. Para responder a uma pergunta corretamente, você primeiro precisa compreendê-la completamente.
Imagine uma pergunta sobre um fenômeno misterioso. Imagine que você olha para sua mão e pensa, “Como ela funciona? Eu quero que ela mexa… E acontece!” E pode ser que você fique impressionado por isso, e queira saber como ela se mexe. Então alguém te diz que existe uma substância chamada elan vital no seu corpo, e nos corpos de todos os seres vivos, e é assim que a sua mão se mexe. Ela dá agência para o seu corpo. E você aceita essa resposta e procede com sua vida.
Era uma pergunta sobre um Fenômeno Misterioso – como músculos se movem. Não é de se esperar que a resposta fosse misteriosa também?
Não, claro que não, deixe de bobagens.
Não existem fenômenos misteriosos. Existem apenas coisas que você ainda não sabe. Se algo parece misterioso pra você, isso reflete apenas a sua ignorância, e a sua ignorância é um fato sobre a sua própria mente, não sobre o fenômeno em si. Confundir os dois é uma forma da Falácia de Projeção Mental (a tendência de aplicar a objetos do mundo real características que existem apenas no seu modelo mental delas).
O Universo é feito de coisas muito, muito simples. Tudo é feito de coisas muito simples. Então tudodeveria ser explicado com elas. Ou melhor, com uma associação complexa delas. Mais que isso: depois que um fenômeno misterioso é explicado, ele não deveria parecer misterioso. Como eu disse, esse sentimento de mistério reflete simplesmente que você é ignorante sobre o fenômeno, e se você ainda se sente confuso após a explicação, então isso significa que você ainda não o entendeu, então ele não foi realmente explicado. Mas como você poderia saber se realmente entendeu algo?
Preste atenção naquele sentimento de confusão no fundo da sua cabeça. Do jeito que os seres humanos são construídos, esse sentimento não é um enorme alarme vermelho piscante que grita na sua orelha, mas sim uma pequena vozinha ali no canto, uma nota de discórdia. Toda vez que você ouvir alguma coisa e sentir essa pequena nota de discórdia, agarre-a com todas as suas forças. Você precisa absorver essa noção, essa ideia de que se sentir confuso quer dizer que algo está errado. Quando você sabe tudo sobre algo, esse sentimento tem que ter sumido.
Outra habilidade que você ganha quando realmente entende um fenômeno é poder fazer previsões. Se você realmente sabe que seus músculos se movem por causa de impulsos elétricos enviados pelo seu cérebro em ordem e intensidade específicas para contrai-los nos lugares e maneiras certas, então você sabe que enviar um choque elétrico pelo seu corpo fará todos os seus músculos contraírem ao mesmo tempo. Você sabe que cortar os nervos vai transformar a sua mão num monte de matéria inútil. Você não precisa fazer esse experimento (apesar de que você pode, só pra ter certeza – espera, esquece isso, você não quer cortar os nervos de ninguém) para saber o que vai acontecer, porque você realmente entende o fenômeno, você sabe quais princípios estão por trás dele, e você sabe como manipulá-lo para o seu benefício.
Na verdade, isso é um ponto importante. Manipulação. Se curiosidade e moralidade não são o suficiente para você querer buscar explicações de verdade para fenômenos misteriosos, então pelo menos o histórico mostrando tudo o que a humanidade já atingiu fazendo exatamente isso deveria ser o suficiente. Quando você entende algo, você pode manipular aquilo para o seu benefício; você pode fazer aquilo trabalhar para você. Saber ciência é como conhecer a Natureza tão intimamente, tão fortemente, que você sabe exatamente o que dizer para persuadi-la a agir como você quer. GPS só é possível porque nós entendemos como o espaço e o tempo funcionam de uma maneira muito mais profunda do que a ilusão clássica Newtoniana; a internet também. Computadores só são possíveis porque nós sabemos Mecânica Quântica; uma boa parte da medicina moderna também. Existe um lado prático em dissipar o mistério.
E você deveria ficar ainda mais desconfiado da resposta misteriosa se a sua curiosidade parece cheia. Se parece que você não precisa perguntar mais coisas. É aí que o perigo está, porque você não vai mais tentar descobrir. Uma resposta misteriosa parece inescrutável, vazia, bruta. Ela parece uma caixa preta de onde o fenômeno misterioso simplesmente surge – ela para a sua curiosidade, como um grande e vermelho sinal de PARE no meio do caminho. Uma resposta de verdade não deveria parecer com um parador-de-curiosidade: deveria parecer com um mecanismo complexo que você consegue manipular.
“Alguns fenômenos deveriam permanecer misteriosos. Você não deveria tentar descobrir tudo.”
Quando alguém proclama que algo é inerentemente misterioso e que você não deveria ou que é fútil questionar e explorar, eles estão simplesmente glorificando a própria ignorância. Eles estão pegando um pedaço do mundo que eles não entendem e dizendo que eles não querem. A ignorância deles é sagrada para eles, e eles vão se irritar se você tentar tirá-la deles.
Uma outra boa resposta para esse tipo de pensamento é: “Quero ver você me impedir.”
Toda pergunta misteriosa, quando corretamente respondida, tem que perder essa característica assombrosa e confusa. Uma vez que uma pergunta está respondida, todas as partes dela precisam estar satisfeitas, todas as sombras de dúvida precisam estar destruídas. Se você se sente trapaceado, ou você consegue mais ou menos meio que ver o argumento geral mas não de verdade e você simplesmente professa a resposta sem compreendê-la, então a pergunta ainda existe em você. E todas as dúvidas imploram para serem destruídas, elas querem morrer. Mas dúvida é uma coisa insidiosamente resistente, e ela só vai embora quando você realmente entender.
Adaptado: Sociedade Racionalista 

Leia também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta-nos!

COD

 






© 2010-2011 Todos os direitos reservados - Editado Por Oscar Tigre - Template Para Blogspot Blogger